6 Regras simples para ser feliz

22/01/2018

O conhecido psicólogo russo Mikhail Labkovsky não esconde que decidiu estudar psicologia para tentar resolver os próprios problemas. E o resultado foi positivo. Após 30 anos analisando seus pacientes e a si mesmo, ele criou um método com 6 regras. Segundo o autor, elas ajudam qualquer pessoa a sair da neurose.

 

 

Estudamos o método de Labkovsky e suas dicas e queremos que você avalie se vale a pena colocá-las em prática. As pessoas que o fizeram asseguram que elas trazem mais felicidade, saúde e bem estar.

 

Regra 1: faça apenas o que você quiser
 

Essa é a regra principal: faça apenas o que você quiser. Isso funciona em todas as situações, das mais normais e do dia a dia (por exemplo, o que preparar para o café da manhã), até as mais complicadas (Devo me casar? Ter um filho? Mudar de cidade? Mudar de trabalho?). Apenas estude os seus sentimentos e faça o que o seu coração mandar.

 

Para que uma criança cresça independente e com boa cabeça, é importante que isso aconteça desde o nascimento. O primeiro passo é fazer perguntas como: o que eu quero fazer agora? O que eu quero comer? Que camiseta eu vou colocar?

 

 

Regra 2: não faça o que você não quer fazer

Uma das famosas frases de Labkovsky é: “As concessões e os compromissos são um caminho direto para um cardiologista e um oncologista”. Uma vida baseada no princípio “Não quero, mas preciso fazer” não dá certo.

 

Sendo assim, não faça o que você não quer. Se o fizer, não se surpreenda com as consequências, que podem ser infelicidade ou até mesmo a depressão.

 

Regra 3: fale imediatamente sobre o que você não gosta

Guardar e acumular os sentimentos não faz bem para ninguém. Esse acúmulo pode levar a sérios problemas, inclusive de comportamento. Claro que externar sentimentos nem sempre é a melhor maneira de agir, e nem é a mais romântica, mas é a mais saudável.

 

Além disso, o criador do método tem certeza de que isso é necessário apenas uma vez. “Falou tá falado”.

 

Regra 4: não responda se ninguém perguntar
Frases do tipo “Estou cansado, não aguento mais!” não são uma pergunta e por isso não devem ser respondidas. Elas são simplesmente uma provocação. Em geral, geram respostas do tipo “O que aconteceu? Por que você está reclamando?”. Colocações assim servem apenas para manipular. De acordo com Labkovsky, nunca devemos responder a essas frases, ou, no máximo, responder de acordo com a regra número 3: “Não gosto que você fale assim”.
 
Regra 5: responda apenas ao que for perguntado

Quando fizerem uma pergunta e você responder apenas ao que for perguntado, você mostra segurança. Caso contrário, a sua resposta parece uma desculpa. Todo tipo de explicação é desnecessária.

Se o seu interlocutor quiser mais detalhes, ele deve fazer mais perguntas.

 

Regra 6: fale sobre os seus sentimentos
Estamos falando de um conhecido método psicológico chamado ’I-messages’. A essência do método é falar sobre você e sobre os seus sentimentos, sobre o que você sente quando espera que os outros se comportem de maneira diferente ou tenham outra atitude em relação a você.
 

Essa regra não implica em conflitos. Você não precisa discutir, mas precisa falar sobre o que você quer.

Para perceber as mudanças positivas desse método, é importante que você as siga durante pelo menos 6 meses.

 

O que você achou do método? Quando o fizer, comente os resultados.

Please reload

O que são crenças limitantes?

05.07.2018

Como criamos a Frustração

05.07.2018

Como a ansiedade muda a nossa percepção do mundo?

05.07.2018

Chorar bastante pode fazer bem

05.07.2018

1/4
Please reload

SOBRE O SITE

A ideia deste site é contribuir com informações sobre psicoterapia, psicologia, bem estar e saúde emocional.

 

 A psicóloga Beatriz Brandão atende na região de Moema em São Paulo, no seu consultório de psicoterapia.

 

Seja muito bem-vindo, e espero que você encontre aqui as ferramentas para fazer você compreender melhor o trabalho do psicólogo no processo de terapia e desenvolver o que há de melhor em você.

CONTATO

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon
  • White YouTube Icon

BEATRIZ BRANDÃO

PSICÓLOGA

MAPA SITE

|   CRIADO POR: BEATRIZ BRANDÃO | PSICÓLOGA BEATRIZ BRANDÃO   |  MOEMA | CLINICA PSICOLOGIA  |  ATENDIMENTO PSICOLOGICO | PSICOTERAPIA | PSICOLOGIA | 2017 |