Estudo revela omo manter a paixão intensa durante a vida toda:

29/05/2017

O amor não dura para muitas pessoas. Estudos observam o declínio da satisfação em relacionamentos amorosos, especificamente na paixão. Normalmente, este declínio começa após o casamento e pode continuar por anos. Mas calma, há esperança. Muitos casais que estão juntos há anos conseguem manter o amor e até a paixão.

 

Em 2011 um questionário foi aplicado nos Estados Unidos, pedindo que os participantes dessem uma nota ao seu relacionamento, de 0 a 7. A nota mais baixa significava “não estou apaixonado de jeito nenhum” e a nota mais alta, “apaixonado intensamente”. Para a surpresa do autor do estudo, Daniel O’Leary, mais de 40% das pessoas casadas há mais de 10 anos selecionaram “apaixonado intensamente”.

 

 

Outro estudo impressionante é uma ressonância magnética conduzida pela pesquisadora Bianca Acevedo, também em 2011. Neste trabalho, apenas casais que estavam casados há mais de 10 anos e que se diziam intensamente apaixonados participaram. Eles viram fotografias do parceiro e de uma pessoa conhecida, mas neutra. O resultado foi que ao olhar para o parceiro, o sistema de recompensa do cérebro foi acionado. A única diferença entre os participantes e pessoas que são recém-apaixonadas é que o último grupo também mostra uma ativação na região do cérebro associada com ansiedade.

 

Em outras palavras, os casais que conseguiram manter a paixão liberam dopamina mas não sentem ansiedade. Tem coisa melhor?

 

Mas o que torna o amor passional possível depois de tantos anos? Diferentes estudos apontaram pontos em comum:

 

  • Não estar sob grande pressão, como problemas financeiros ou de segurança física;

  • Não ter depressão, ansiedade ou insegurança em altos níveis;

  • Ter boas habilidades de comunicação e conseguir lidar bem com conflitos;

  • Ter ajuda de parentes, especialmente na época em que os filhos são pequenos.

Além disso, há alguns hábitos que melhoram a qualidade do relacionamento:

  • Fazer coisas junto com o parceiro que são novidade ou desafio;

  • Celebrar o sucesso do parceiro;

  • Expressar agradecimento pelo o que o parceiro faz por você;

  • Aprofundar amizades com outros casais.

Os pesquisadores especializados nesta área, como Arthur Aron da Universidade Stony Brook (EUA), não sabem se todos os casais são capazes de manter a chama do amor acesa por vários anos. “Mas sabemos que alguns conseguem, e sabemos bastante sobre o que você pode fazer para tornar seu relacionamento forte e aumentar a paixão. Então não deduza que é normal não estar em um relacionamento ótimo – faça alguma coisa em relação a isso!”, diz ele em artigo publicado na revista Time.

Please reload

O que são crenças limitantes?

05.07.2018

Como criamos a Frustração

05.07.2018

Como a ansiedade muda a nossa percepção do mundo?

05.07.2018

Chorar bastante pode fazer bem

05.07.2018

1/4
Please reload

SOBRE O SITE

A ideia deste site é contribuir com informações sobre psicoterapia, psicologia, bem estar e saúde emocional.

 

 A psicóloga Beatriz Brandão atende na região de Moema em São Paulo, no seu consultório de psicoterapia.

 

Seja muito bem-vindo, e espero que você encontre aqui as ferramentas para fazer você compreender melhor o trabalho do psicólogo no processo de terapia e desenvolver o que há de melhor em você.

CONTATO

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon
  • White YouTube Icon

BEATRIZ BRANDÃO

PSICÓLOGA

MAPA SITE

|   CRIADO POR: BEATRIZ BRANDÃO | PSICÓLOGA BEATRIZ BRANDÃO   |  MOEMA | CLINICA PSICOLOGIA  |  ATENDIMENTO PSICOLOGICO | PSICOTERAPIA | PSICOLOGIA | 2017 |