Você não consegue terminar o que começa?

  

Você começa a planejar, entra em cursos, começa a comprar material, sempre está encabeçando novas ideias e novos projetos mas quando se dá conta, não concluiu nenhuma parte daquilo que você pretendia fazer? A sensação de que não consegue fazer nada toma conta de você? Então veja este artigo, ele pode te ajudar a entender!

 

 

O primeiro fator é identificar se você realmente sofre disso!

 

Comece a avaliar suas últimas ações: o que tem feito nos últimos dois anos?

Como: projetos não finalizados, planos não concretizados (aqueles que fazemos anualmente), promessas não cumpridas, ter a sensação de estar vivendo um sonho (essa é a mais séria e difícil de identificar) etc.

Pense por um tempo e tente se organizar nessa tarefa, se precisar vá escrevendo suas lembranças. Ao começar a fazer isso, perceba sua sensação de responsabilidade vindo à tona, mas ao mesmo tempo uma sensação de surpresa por lembrar algumas situações não finalizadas que já estavam escondidas em seu inconsciente.

 

Estamos falando em afetar (e muito) no seu comportamento diário, principalmente na sua área profissional, na qual se dedica maior parte de seu tempo.Além disso, há três áreas que gostaria de focar rapidamente: Ansiedade, Empolgação e Força de vontade.

 

Ansiedade

A ligação da ansiedade com seus projetos inacabados é o ato do ser humano em jogar uma carga negativa na realização de uma tarefa. Você então se torna ansioso por alguma coisa. Não devemos generalizar, não são todos os projetos inacabados frutos de uma ansiedade mal administrada.

 

É como se algo já estivesse em sua mente esperando que fosse colocado para fora, mas até então não houve força suficiente para se tornar realidade. Práticas que podem ajudar na ansiedade: exercícios diários, menos cafeína, e no momento da crise, tenha consciência de onde está e do que está fazendo neste lugar, concentre-se.

 

Empolgação

Vamos falar aqui da empolgação explosiva. Eu geralmente costumo falar que a empolgação é inimiga do homem, apenas uma opinião própria. Na prática a empolgação é um ato momentâneo que impulsiona a iniciarmos algo. É como um sopro, mas logo se acaba por falta de fôlego. Tenho a plena convicção que a empolgação não me serve. Quando dizemos: “Estou empolgado em fazer isso!” Estamos nada mais que dizendo que “agora eu quero fazer isso, mas não tenho certeza se vou continuar”.Misture isso com a “aquela” ansiedade (comentada logo acima), nossa mente vira uma salada. Para sair disso… Bom, deixemos para o final.

 

Nos momentos de empolgação (seja qual for o tipo) pare imediatamente e comece a analisar porque estou “processando” tal situação ou ideia.

 

Pergunte a si mesmo, se é viável fazer, se é possível, quanto tempo é necessário executar e quais serão minhas atividades principais para tornar realidade. Não é nada sistemático, apenas coloque o pé no chão e pense sobre a viabilidade. Se for o caso, comece a escrever sobre o assunto.Uma forma de avaliar se tudo foi um mero surto de empolgação é engavetar a ideia (quando possível) e voltar a pensar no assunto somente dois, três dias depois ou até mesmo uma semana.

 

Se você novamente se sentir animado e encorajado, vá fundo e programe-se nessa nova tarefa.

Não se torne vítima de uma empolgação explosiva, isso vai lhe causar grandes decepções, acredite!

 

 

Força de vontade

Nesse contexto, o que faz você parar de fazer o que está fazendo é a mudança repentina de desejo em realizar outra tarefa. Podemos dizer que esse desejo por outra tarefa é resultado de uma empolgação explosiva inicial. Nesse exato momento você precisa de uma dose extra de consciência de que o término da atual tarefa é muito mais importante do que o inicio de outra.

 

Lembre-se que aqui estamos num contexto específico, pois existem muitos fatores que podem nos conduzir a parar o que estamos fazendo, não é mesmo? As vezes pode ser necessário.

 

Não adianta tentarmos trabalhar nossa ansiedade e nossa empolgação se não conseguimos nos motivar a realizar nossas responsabilidades. A auto motivação é uma arma extraordinária para vencermos o problema de deixar situações inacabadas. Cada um de nós precisa de uma dose particular de motivação para concretizarmos nossos projetos. A fonte de energia para fazer girar essas engrenagens em nossa mente é diferente para cada indivíduo. Descubra como se auto motivar. 

 

Outro ponto para pensar

 

 

Fundamentalmente, a base dessa comodidade é a falta de amor por si mesmo, a falta de confiança e a ideia de que é impossível conseguir aquilo que você deseja. É nesse espaço que a sua crença de não ser capaz começa a te boicotar com pensamentos recorrentes que te desqualificam. e você acredita neles!

Por baixo disso tudo, existe ainda o medo de assumir a responsabilidade pelo seu crescimento. Isso dá muito medo, é assustador. Então, você prefere ficar na sua limitação de semi-vítima, na frustração, antes de dar uma passo e se sustentar na sua grandeza. Ao tomar conhecimento desse seu comportamento agindo tão claramente em você, você pode decidir mudar, mesmo que seja assustador e, claro, sempre haverá uma desculpa externa para justificar a dificuldade em mudar. Não queremos ir mais longe pelo simples temor à grandeza, porque grandeza significa responsabilidade, e a maioria das pessoas não querem ser responsáveis. Preferem ser como o resto, instaladas em um lugar cômodo, onde: "não posso por isso", "não posso por aquilo", é o comum, como se a mudança dependesse do que está fora de nós. Usamos essas desculpas, em vez de abraçar, curar e amar esse lugarzinho tão íntimo dentro de nós, em que pensamos que na realidade não merecemos nada melhor.

Bem, agora, se você sente que isso está acontecendo na sua vida e está disposto a crescer, indo além, e a olhar para si,
para esse lugarzinho onde você não está se amando, você já está dando o primeiro passo para mudá-lo e avançar. Você terá que escolher algo novo e fazê-lo cem por cento. Então, depois de algum tempo, se você achar que não gosta do resultado daquilo em que você se dedicou cem por cento, você pode mudar e dar-se cem por cento a outro projeto. Não tente se justificar por fazer mais ou menos. Esse novo comportamento vai abrir uma trilha para a excelência, te apaixonando e te fazendo brilhar no que você está se dedicando. Pode ser uma coisa muito simples; na realidade, não importa o que você está fazendo, o importante é o que você está sendo nessa tarefa. O que você está sendo em cada momento da sua vida abre os caminhos para sua realização.

Deixe-se inspirar pela grandeza, por esse potencial que mora onde seu coração vibra em uníssono com a vida. Aquilo em que colocamos o foco cresce, então, aprecie a grandeza ao invés de criticá-la ou invejá-la, e essa inspiração crescerá dentro de você. Apreciar, apreciar, aspirando a essa grandeza. Use-a para que lhe inspire, não para ver o que falta, nem o que não está bom em você. Noventa por cento do mundo é assim, está acomodado sendo medíocre, mas você pode fazer uma escolha diferente. Seja a consciência, abraçando a sua própria grandeza. Ame-se em seu ser tão único e deixe de comparar-se com o resto do mundo: ninguém é igual. Você vai ver que quando você conseguir se amar por completo e de forma incondicional, você vai poder apreciar a variedade das coisas como algo belo que, externamente, está refletindo sua beleza interior. Está é a natureza da vida, a mudança constante e a evolução, vibrando livremente na paz e no amor presentes em tudo.

 

 

 

 

 

 

  

Please reload

O que são crenças limitantes?

05.07.2018

Como criamos a Frustração

05.07.2018

Como a ansiedade muda a nossa percepção do mundo?

05.07.2018

Chorar bastante pode fazer bem

05.07.2018

1/4
Please reload

SOBRE O SITE

A ideia deste site é contribuir com informações sobre psicoterapia, psicologia, bem estar e saúde emocional.

 

 A psicóloga Beatriz Brandão atende na região de Moema em São Paulo, no seu consultório de psicoterapia.

 

Seja muito bem-vindo, e espero que você encontre aqui as ferramentas para fazer você compreender melhor o trabalho do psicólogo no processo de terapia e desenvolver o que há de melhor em você.

CONTATO

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon
  • White YouTube Icon

BEATRIZ BRANDÃO

PSICÓLOGA

MAPA SITE

|   CRIADO POR: BEATRIZ BRANDÃO | PSICÓLOGA BEATRIZ BRANDÃO   |  MOEMA | CLINICA PSICOLOGIA  |  ATENDIMENTO PSICOLOGICO | PSICOTERAPIA | PSICOLOGIA | 2017 |