Como lidar com o sofrimento?

Se você parar e pensar um pouco, certamente vai se lembrar de alguém que, depois de passar por uma dificuldade muito grande, tornou-se como que outra pessoa. Muito mais forte. Talvez até muito mais feliz.

Eu mesma. Só escrevo sobre depressão e sobre comportamento humano, pois estive bem no fundo do poço e tive dores e sofrimentos horríveis, bem resumidamente falando. E, a partir disto, pude descobrir meus medos, minhas crenças limitantes e os equívocos que vinha cometendo.

Estranho dizer, mas quem eu seria se não tivesse sofrido tanto? E você, quem você seria se não tivesse aprendido com as dores que sofreu ao longo de sua vida?

Esse final de semana conheci uma mulher que disse que foi por causa da dor de amor da mãe - e de sua própria dor diante da dor da mãe - que ela se tornou capaz de lutar e salvar seu próprio casamento.

O que seria do casamento dela se não fosse a dor vivida de forma tão autêntica tempos antes?

Tenho também um amigo que cresceu em condições tão escassas que, ao se tornar adulto, foi capaz de conquistas grandiosas e que possibilitam a ele abundância, prosperidade e, sobretudo, um trabalho social para ajudar outras pessoas que vivem dores parecidas com as que ele já experimentou.

O que seria da vida adulta dele se não tivesse trabalhado incansavelmente para fazer diferente de toda a dor que experimentou por anos a fio?

Quem você seria se não fosse a sua dor? Talvez você aposte que muito melhor, mas estou certa de que nada é por acaso e que coincidências não existem.

Talvez valha refletir ainda mais profundamente: quem você ainda não se permitiu se tornar porque não está mergulhando profundamente na sua dor a fim de encontrar o melhor que existe em você bem aí?

Quem você está se impedindo de ser, e de experimentar uma felicidade que talvez nem imagine que possa existir, só porque está amaldiçoando sua dor em vez de transformá-la no seu antídoto, na sua cura?

O que é que você pode aprender com o que está ferindo você agora? Quão mais firme, mais sábio, mais íntegro e mais pronto você pode se tornar se simplesmente se apoderar do que está sentindo tão dolorosamente agora?

Portanto, por mais que esteja doendo, permita-se refletir: qual será a cura que essa dor trará nos próximos dias, meses ou anos? Quem você vai se deixar se tornar justamente por causa do que te fere neste exato momento?

 

 

 

 

 

Please reload

O que são crenças limitantes?

05.07.2018

Como criamos a Frustração

05.07.2018

Como a ansiedade muda a nossa percepção do mundo?

05.07.2018

Chorar bastante pode fazer bem

05.07.2018

1/4
Please reload

SOBRE O SITE

A ideia deste site é contribuir com informações sobre psicoterapia, psicologia, bem estar e saúde emocional.

 

 A psicóloga Beatriz Brandão atende na região de Moema em São Paulo, no seu consultório de psicoterapia.

 

Seja muito bem-vindo, e espero que você encontre aqui as ferramentas para fazer você compreender melhor o trabalho do psicólogo no processo de terapia e desenvolver o que há de melhor em você.

CONTATO

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon
  • White YouTube Icon

BEATRIZ BRANDÃO

PSICÓLOGA

MAPA SITE

|   CRIADO POR: BEATRIZ BRANDÃO | PSICÓLOGA BEATRIZ BRANDÃO   |  MOEMA | CLINICA PSICOLOGIA  |  ATENDIMENTO PSICOLOGICO | PSICOTERAPIA | PSICOLOGIA | 2017 |