O que é a síndrome de Munchausen?

07/03/2016

A maioria das pessoas tenta evitar ficar doente. Uma pequena porcentagem das pessoas, no entanto, aprecia a idéia de ir aomédico, submeter-se a exames e, até mesmo, fazer uma cirurgia dolorosa. Apesar de saberem que não estão doentes de verdade, as pessoas com síndrome de Munchausen fingem estar doentes porque estão em busca de atenção e compaixão.

 

 

É mais conhecida por se tratar de um transtorno psicológico ou factício, é uma desordem psiquiátrica, em que os indivíduos causam em si mesmos ou fingem doenças e traumas de ordem psicológica para chamar atenção.

 

Geralmente, são pessoas que sentem muita ligação com profissionais da área da saúde e, constantemente, estão buscando assistência médica para suas "supostas" doenças, são habituados a exigir muitos exames e são bem conhecidos pelos hospitais que frequentam, já que estão sempre lá.

 

O paciente com essa síndrome é diferente do hipocondríaco, pois o paciente com hipocondria acredita mesmo que está doente, e o paciente com a síndrome deMunchausen sabe que não está doente e deseja estar, sendo capaz de causar em si mesmo uma infecção séria, injetando materiais infectados na veia, só para receber atenção médica e permanecer sobre tratamento.

 

Algumas mães são capazes de induzir seus filhos a ficarem doentes para preencherem a necessidade que a síndrome traz em si, conhecida como Síndrome de Munchausen por procuração, que é um tipo de abuso infantil.

 

Essas mães são capazes de asfixiar seus filhos para ligar para a ambulância com a informação de que o filho parou de respirar, é capaz de injetar saliva na corrente sanguínea do filho para causar uma infecção ou é capaz de produzir ferimentos e aplicar ou obrigar o filho a tomar medicamentos prejudiciais à saúde, que podem trazer, de fato, alguma complicação.

 

Alguns médicos, aqui no Brasil, já relataram casos dessa síndrome, que ainda é pouco conhecida e divulgada. Nos EUA, ela é considerada crime, e muitas mães já foram levadas à prisão por causar morte ou graves sequelas em seus filhos.

 

Essas mães sentem prazer num ambiente médico, afirmam que o filho está doente, mesmo não constando nada nos exames clínicos. Grande parte é conhecedora do vocabulário médico e das etimologias, algumas são profissionais da área de enfermagem ou médicas e sentem-se muito à vontade nos hospitais e nos procedimentos clínicos ou médicos. Costumam, também, furtar medicamentos do próprio hospital, em horários mais tranquilos, como nas madrugadas, para injetar no filho.

 

Elas podem demonstrar que são mães cuidadosas e que se preocupam com seus filhos, mas, infelizmente, o que ocorre são abusos que as criança passam e, muitas vezes, não têm como pedir ajuda ou orientação por serem muito pequenas e acreditarem na mãe, quando essa diz que elas precisam tomar o remédio porque estão doentes.

 

Alguns sintomas da síndrome

 

Os sintomas se encaixam numa provável doença, mas não há resposta ao tratamento nem recuperação.

-O paciente deseja ser submetido a vários procedimentos diferentes, um após o outro.

-Tem profundo conhecimento sobre doenças e tratamentos.

-Grande reincidência de comparecimento ao médico ou hospital.

-Transtornos psicológicos.

-Teatralidade e insegurança.

-Carência afetiva.

-Não permite o médico conversar com parentes e familiares.

-Substâncias químicas encontradas na urina ou sangue.

-Irmãos da criança "doente" que faleceram sob circunstâncias incomuns ou estranhas.

-O paciente não admite ter a síndrome ou distúrbio psicológico.

 

Possíveis causas

.

Transtornos de humor; transtornos de ansiedade; transtornos de personalidade limítrofes (sensações de irrealidade); carência afetiva; separação, perda dos pais; sofrimento por ter sido abusada; crises familiares; depressão.

 

Tratamentos

 

-Tratamento psicoterapêutico.

-Tratamento com antidepressivos.

-Terapia cognitivo-comportamental.

 

 

Se você conhece um destes sintomas, deve, urgentemente, buscar ajuda médica, essa síndrome é extremamente perigosa e traz sérios riscos à vida.

Please reload

O que são crenças limitantes?

05.07.2018

Como criamos a Frustração

05.07.2018

Como a ansiedade muda a nossa percepção do mundo?

05.07.2018

Chorar bastante pode fazer bem

05.07.2018

1/4
Please reload

SOBRE O SITE

A ideia deste site é contribuir com informações sobre psicoterapia, psicologia, bem estar e saúde emocional.

 

 A psicóloga Beatriz Brandão atende na região de Moema em São Paulo, no seu consultório de psicoterapia.

 

Seja muito bem-vindo, e espero que você encontre aqui as ferramentas para fazer você compreender melhor o trabalho do psicólogo no processo de terapia e desenvolver o que há de melhor em você.

CONTATO

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon
  • White YouTube Icon

BEATRIZ BRANDÃO

PSICÓLOGA

MAPA SITE

|   CRIADO POR: BEATRIZ BRANDÃO | PSICÓLOGA BEATRIZ BRANDÃO   |  MOEMA | CLINICA PSICOLOGIA  |  ATENDIMENTO PSICOLOGICO | PSICOTERAPIA | PSICOLOGIA | 2017 |